InVersos: Alberto de Lacerda – Bairro Alto


Era uma rua que ria
Súbitamente
Não era sorriso era um riso
Em que a rua se abria até morrer
Numa rua perpendicular
Eram roupas dançando
De janela para janela
– Saias lençóis calças de operário –
Frente a frente e os prédios rindo
Como cabeças que quase tocassem
de tanto rir àquela hora da manhã
No Bairro Alto.

Alberto de Lacerda

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s