InVersos: Lídia Borges – Vê-se daqui



Sobre os telhados
deixam ficar nuvens
e densas poeiras.

A quem falam
quando iluminam as palavras
de tão quebradiça luz?

Falta por ali,
numa ou noutra sílaba, um pássaro
ou uma fonte que cante.

Não dão conta. Falam de um sol
que afunda todas as raízes
na sombra.

Alimentam-na.

Lídia Borges

Anúncios

One thought on “InVersos: Lídia Borges – Vê-se daqui

  1. graça Pires diz:

    Gostei de ouvir o teu poema aqui, com imagens a ilustrá-lo.
    Um beijo.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s